Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 1 de julho de 2016

AS DIFERENÇAS GRITANTES ENTRE MICAL E ABIGAIL!






Na Bíblia, na Palavra do SENHOR são narradas as vidas de duas mulheres, e as diferenças gritantes entre elas.
 
Um delas é Mical, uma mulher casada com o rei Davi, um servo adorador de Deus; um homem poderoso, valente, e benquisto pelo seu povo. Essa mulher deveria ser sábia, grata ao SENHOR pela dádiva de ter sido agraciada com um esposo igual a ele; por conviver e desfrutar dos momentos deleitosos ao lado de um homem sábio e amado.
 
Em qual momento, tudo mudou? Poderia ter sido devido aos reveses da vida, quando o seu pai Saul a separou de Davi e a entregou a outro homem, Paltin; e mesmo assim, depois, de muitos anos, o rei Davi conseguiu resgatá-la de volta, aos seus braços...Será que foi a partir daí, que ela começou a ficar insatisfeita com o seu esposo e com o seu casamento? E não conversou francamente com ele, dirimindo todos conflitos reais ou imaginários dentro de si;  nem tampouco, procurou entregar os seus dissabores e as suas amarguras a Deus? (1 Samuel 25:44; 2 Samuel 3:13-16).                    
 
Por que os seus olhos e o seu coração foram contaminados pelo pecado, pelo desprezo? Em apenas observar o seu esposo feliz, dançando e adorando a Deus junto ao seu povo. E invés de fazer parte, participar desse momento tão especial, se regozijar, entendendo o que significava aquele momento histórico  e espiritual, a arca de Deus sendo levada para Jerusalém, ainda teve a insanidade, a tolice, a imprudência  de recrimina-lo pelas profusas demonstrações de adoração e de alegria do seu esposo (2 Samuel 6:20)
 
E por suas palavras ferinas, o rei Davi não ficou calado, a repreendeu e respondeu:
 
''Perante o SENHOR, que me escolheu a mim antes do que a teu pai e a toda a sua casa, mandando-me que fosse chefe sobre o povo do SENHOR, sobre Israel, perante o SENHOR tenho me alegrado. Ainda mais desprezível me farei e me humilharei aos meus olhos; quanto às servas, de quem falaste, delas sertei honrado. (2 Samuel 6:21,22)
 
As atitudes imprudentes de Mical ocasionaram consequências nefastas pra sua vida, e ela teve de amargar a tristeza de não ter filhos, seja por o seu esposo não ter mais relações sexuais com ela, a desprezar, ou Deus puni- la severamente por seu desprezo não só a Davi, mas o mais grave ao SENHOR, que era o principal motivo da adoração, da alegria de Davi (2 Samuel 6:23).
 
A vida de Mical ficou registrada na Bíblia, não por sua sabedoria, e sim, por sua insanidade, por seus atos impensados, ela ficou marcada pelo resto de sua jornada.
 
O exemplo da vida de Mical deve ser um grande alerta para todas as mulheres, a jamais desprezarmos os nossos entes amados, nem afrontá- los com palavras ferinas que podem provocar represálias, sofrimentos e consequências, inclusive desagradando a Deus por nosso comportamentos.
 
Como ferir a quem tanto amamos?,
 
Outro exemplo de mulher relatado na Bíblia, é o de Abigail, uma mulher formosa, singela, bondosa, sábia, mas casada com um homem insano, mau, ao ponto de ser chamado homem de Belial, o seu nome era Nabal.
 
Abigail era uma mulher guiada pelo Espírito Santo, e evitou que  Davi cometesse uma carnificina impensada e exterminasse a sua família, os seus servos, o seu esposo, mesmo imprudente, maldoso. Pois teve a audácia de não ser grato e retribuir a ajuda que obtivera antes de Davi e os moços dele; recusando a dar abrigo e alimentação a eles, aos seus animais . Inclusive, se fazendo de tolo -- em não reconhecer a autoridade como rei eleito e ungido de Israel. (1 Samuel 25:4-13)
 
Abigail soube através de um servo a intenção do rei Davi, e sem falar com seu esposo, foi ao encontro do rei e intercedeu por seu esposo, por ela, sua família, os seus servos; evitando que uma tragédia acontecesse (1 Samuel 25:14-31).
 
Palavras doces e recheadas com a Sabedoria do Alto abrandam os corações; são bálsamos para  quem as escuta. É cura para a doença; abrigo para o cansado, afago para o carente, água para o sedento. E também é um banho revigorante para a mente, desanuviando mas ideias equivocadas de qualquer pessoa estressada, nervosa.
 
Então o rei Davi se rendeu aos seus sábios argumentos; e desistiu de derramar o sangue de inocentes e de cometer atos impensados que se arrependeria depois (1 Samuel 25:23-35).
 
''Perdoa a transgressão da tua serva; pois, de fato, o SENHOR te fará casa firme, porque pelejas as batalhas do SENHOR, e não se ache mal em ti por todos os teus dias''.
 
(1 Samuel 25:28)
 
Como é dignificante ler e reler sobre a vida de uma mulher sábia igual a Abigail, e saber que os seus gestos, as suas palavras ainda perpetuam sabedoria pra nós, mulheres. Ela ainda nos ensina, exorta. Está registrado, pra sempre, os atos, os gestos, as atitudes dessa mulher valorosa de Deus.
 
Oremos, clamemos  ao SENHOR, que não tenhamos atitudes imprudentes iguais a de Mical, e sim, atitudes serenas e sábias iguais a de Abigail.
 
Reconheço que é um grande desafio para as mulheres; calar, quando temos vontade de falar, berrar; compreender, quando temos vontade de criticar, afrontar; amar e incentivar, quando temos vontade de desprezar, revidar e cometer atos de desamor.
 
Almejo, oro que o SENHOR nos conceda o dom de ser mansa e dócil como Abigail, e tenha misericórdia de nós, e nos perdoe, quando ainda temos os resquícios da velha mulher, e damos demonstrações de insanidades como as cometidas por Mical.
 
Creio que, em algum momento, ela se arrependeu das suas atitudes, e obteve o perdão de Deus; mesmo tendo de conviver com as terríveis consequências dos seus atos pelo resto de sua vida.
 
Abigail foi recompensada por suas atitudes, seu esposo Nabal morreu precocemente, e ela foi fiel e respeitosa a ele até o seu último suspiro. E ela, depois do ocorrido, foi uma das esposas do rei Davi. Não é relatada a sua vida conjugal com ela, mas com certeza foi coroada e regada perla compreensão e sabedoria. (1 Samuel 25:36:42).