Pesquisar este blog

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

NÃO ABOMINE O JARDIM!


-SERVAMARA-



Amanhã já começa o novo mês, setembro, e daqui a poucos dias, começa a primavera; uma estação tão bela, cheia de flores que brotam por todos os lados; que dá o maior prazer de frequentar os jardins das nossas cidades, e ficar  absorto, parado, só admirando as variadas espécies de flores; não só elas, mas o lindos passarinhos que pairam sobre elas, as afagando, tocando....

Também o clima está mais quente, e nos anima a sair de casa, a marcar encontros com amigos, para compartilhar a beleza irradiante dessa estação que contagia a todos.

Para mim, a estação da primavera, é a que mais aprecio, e que também fico mais alegre, mais disposta para andar, trabalhar, observar a natureza, e a transformação silenciosa que se descortina diante de mim...

O Senhor Jesus também apreciava passear, andar em um jardim muito especial que ficava no monte das Oliveiras, chamado Getsêmani (lit. 'prensa de óleo'); nesse jardim, Ele não só apreciava a  sua beleza, mas apreciava a sua quietude, o silêncio que pairava no local;  e sempre buscava a comunhão com Seu amado Pai, em frequentes orações; em todas as ocasiões, situações, antes de tomar qualquer a decisão; Ele orava antes para saber as orientações, e a vontade dEle.

Em uma ocasião ímpar, Ele chamou seus discípulos, Pedro, Tiago e João, para irem com Ele ao jardim de Getsêmani; para orar e compartilhar com eles, seus amigos, os momentos tristes, sombrios, que Ele já preconizava que iria acontecer...Mt 26:36-37

Mas nesses momentos, em que Ele sentia uma imensa tristeza na alma, os seus discípulos não vigiaram, nem oraram, conforme as Suas determinações, e por três vezes, o Senhor não poude contar com eles, eles dormiam. Mt 26:37-38, 40-41, 43

Nem uma hora, apenas uma hora, Pedro, conseguiu atender o pedido do Seu mestre, para vigiar com Ele. Mt 26:40

Foi lá, no jardim, que o Senhor clamou, clamou....se era possível afastar o cálice amargo da separação, nem que fosse por alguns segundos, do Seu Pai!

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. Mt 26:41


Ele não estava só, era consolado pelo um anjo do céu, que o confortava; mas Ele não parava de orar, clamar, e em extrema agonia, suava sangue, e as gotas de sangue caíam na terra. Lc 22:43-44

E foi lá também, que Jesus quedou-se a vontade soberana, maior, dEle! Mt 26:42

No jardim, Ele foi traído, traído com um beijo por seu discípulo Judas; e foi lá que ele viu uma multidão com espadas, varapuas, para prendê-lo; Ele, um homem pacífico, cheio de compaixão e amor! Mt 26:47-50

E foi lá, no jardim, que Ele abdicou de toda a Sua realeza, perrogativas; humilhado, injustiçado, entregou-se nas mãos dos seus algozes para ser preso!

Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos?

Como, pois, se cumpririam as Escrituras, que dizem que assim convém que aconteça? Mt 26:53-54



E foi lá, no jardim, um local tão belo, marcante, cheio de belas recordações para o Senhor Jesus; que Ele viu todos seus discípulos, fugirem , deixando-o a sós com seus algozes; para que se cumprissem as Escrituras! Mt 14:27

Então, deixando-o, todos fugiram. Mc 14:50




Tão pressa, com tal desespero, que o inusitado aconteceu e João Marcos, envolto num lençol, e com medo de ser preso, largou o lençol e fugiu nu! Mc 14:51-52

Irmãos, irmãs, que essa mensagem sirva de reflexão para vocês, nesse mês que se inicia, e também nessa nova estação; assim como num jardim nos extasiasmos diante de tanta beleza; e também compartilhamos bons momentos de conversas, alegrias com os amigos; lembre-se que nele, em qualquer outro lugar, podemos ser supreendidos com os sofrimentos, as amarguras, as aflições, as traições, daqueles que tanto amamos, consideramos.

Mas não abomine o jardim!

Porque no porvir, as nossas breves e efêmeras aflições, serão esquecidas diante Daquele que primeiro sofreu por nós, para nos dá gozo, e vida eterna!! Rm 8:35-39




















terça-feira, 28 de agosto de 2012

ÚTIL, LÍCITO...MAS MUITAS VEZES, NÃO CONVÉM, NÃO EDIFICA!

-SERVAMARA-



Celular, meio de comunicação necessário, útil, lícito; que veio nos auxiliar para encurtar as distâncias, nos comunicarmos com os entes amados, amigos; meio imprescindível utilizado por diversos profissionais, para se comunicarem, manterem contatos, marcarem encontros, e até celebrarem  acordos.

Celular, um meio de comunicação, portátil, que a maioria das pessoas possuem; e quem não o possui se sente até discriminado por isso; meio de fácil utilização, e até as crianças insistem com seus pais para tê-los, possuí-los.

Celular, um meio predileto dos apaixonados, para conversarem, para se declararem; para trocarem doces mensagens...

Mas tudo que é benesses para nós; o maligno nos instiga, nos inspira para usá-lo para o mal; como usado para o mal? Você me indaga, me pergunta??

Vou te explicar...quando você usa e atende o celular quando está dirigindo, você está cometendo uma infração, uma imprudência; que pode te prejudicar, não só por uma multa aplicada, mas também você pode se distrair e provocar um acidente, lesando não só a você, mas as outras pessoas.

Quando você usa  o seu celular, para marcar encontros, ou fazer declarações a sua amante; ou até passar torpedos picantes para suas conquistas, aventuras; ocasionando desconfianças, tristezas em sua esposa; quantas esposas descobrem os adultérios dos seus esposos através dos seus celulares;  isso também ocorre o inverso, os esposos descobrem as traições das suas esposas através das ligações, contas de celulares, de torpedos enviados, recebidos.

Quantas pessoas são insensíveis, frias, e terminam relacionamentos, em uma simples ligação de celular, ou através de torpedos enviados???

Quantas pessoas mentem, enganam, obtem informações sigilosas, bancárias, das pessoas através de uma simples ligação de um celular?

Quantos presos arquitetam mortes, roubos, sequestros, fugas, rebeliões...através de ligações de celulares?

Quantas pessoas se sentem nervosas, faltando algo precioso nelas, pelo simples fato de terem esquecido os seus celulares em casa?

Quantas pessoas possuem inúmeros celulares, com chips de várias operadoras?

Outras se gabam por possuírem celulares caros, com intermináveis funções, apetrechos?

Quantas pessoas através do seus celulares tiram fotos de suas intimidades, e das intimidades de outras pessoas...para depois chantageá-las, importuná-las? Obterem algum ganho, benefício com essas aberrações?

Quantas pessoas usam os seus celulares para brigarem, ofenderem, passarem trotes; serem anônimas, até para inspirarem desejos sexuais em outra,  por suas palavras proferidas, nas suas imaginações??

E tantas outras situações...quantas pessoas são dependentes, presas, aos grilhões do maligno, que utiliza os celulares das pessoas, para concretizar os seus ardis???

Até as crianças não são imunes as suas armadilhas, malefícios; quantas crianças utilizam os seus celulares nas salas de aulas, prejudicando aos seus colegas, desviando  a sua atenção das explanações dos seus professores; para atender ligações, responder aos torpedos, enviá-los também, e tantas outras situações...as crianças imitam os seus pais, aos vê-los mentindo nos seus celulares...

Quantos pregações são interrompidas nas igrejas, porque seus membros atendem as ligações dos seus celulares; incomodando aos outros membros, desviando a atenção deles, para ouvir a palavra inspirada pelo Espírito Santo??

Oportunidade única e especial, que não volta atrás...e se ele, ou ela  ao sair da igreja, for atropelada e morrer?

Deixando de ouvir aquela palavra que poderia ser a sua salvação, a sua libertação?

E se no nosso último minuto de vida estivermos ao celular; enganando, mentindo, adulterando, brigando, vendo fotos indevidas, nos deleitando em conversas picantes ???

Ontem de noite, estava ouvindo músicas, lendo a Bíblia e fui tocada a escrever sobre esse tema, assunto; e me lembrei das palavras de Paulo aos corintos, que quero compartilhar com vocês.

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. 1 Co 6:12

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. 1 Co 10:23


Então, vigiai, cuidado, com o uso dos seus celulares, onde neles, vocês podem expressar as suas impaciências, as suas carências...e também usá-los para destilar o fel das suas iras, das suas cobiças, das suas insanidades, das suas ignorâncias!

Não deixe os seus celulares te dominarem; e não permitam que o maligno use eles, esse meio de comunicação, para te prenderem nas garras dele!

Oro que o Senhor os inspirem ao usá-los  com moderação, com sabedoria, para edificar, compartilhar o amor em Cristo, e o amor pelo seu próximo,  por todos aqueles, que fazem parte dos seus contatos, e dos seus futuros contatos no porvir!

Só mais uma coisa, por favor, não usem os seus celulares para controlarem e vigiarem uma outra pessoa; entregue essa pessoa na mão do Senhor, que tudo vê, que tudo sonda; Ele , somente Ele, poderá tratar e sanar qualquer desvio de comportamento do outro, ou mau uso do celular alheio!



















VATICÍNIOS FUNESTOS!





-SERVAMARA-



A mulher tímida, nervosa, apreensiva, com vários exames na mão, aguardava ansiosamente ser chamada pelo  seu médico; mentalmente pensava fazer várias perguntas a ele, com certeza, ele a tranquilizaria, dando palavras de conforto, de ânimo, de otimismo. Ele a chama, ela entra em seu consultório, e lhe mostra os resultados dos seus exames, ele a olha e diz: ' Não tenho notícias boas a lhe dar', 'O seu problema é cirurgia!'

Ela pensa...como cirurgia? Uma cirurgia não é feita sem um planejamento; e ela lhe pergunta: ' Mas é uma cirurgia simples?', e ele lhe responde já mudando o tom da voz, como se indagando quem é aquela que tenta me retrucar, retrucar o meu vaticínio funesto...'Não é uma cirurgia simples, precisa o relatório do cardiologista, só opero se ele der o seu aval, o relatório favorável!'

E lhe indaga: 'Seu plano de saúde é especial, ou é básico?'; e ela envergonhada responde: 'É básico.'; e ele mais garboso responde: 'Então você precisa pagar a diferença pelo quarto com direito ao acompanhante.'

Asssustada, a mulher fala: 'Não estou preparada para a cirurgia, vou adiá-la; posso tomar remédios?'; e ele com o maior desprezo, a olha e novamente pronuncia outro vaticínio funesto:'Você quer tomar remédios para a sua vida toda?'; 'Você pode se sentir melhor com eles, mas depois volta todos os sintomas, a se sentir mal de novo!'

E a mulher pensa e diz: ' Me passe os remédios e depois eu vou pensar quanto a realização da cirurgia!'; ele a olha de soslaio, passa a receita, fica calado; e o silêncio entre eles, já diz tudo, que ela se retire sem muitas perguntas...ela entende a sua mensagem e sai...

Na rua, mais calma, respirando bons ares; e o sol aquecendo a sua face afogueda, a mulher pensa...estive conversando com um homem, ou com um deus? Tirano, soberano, agourento!!!

Essa situação que escrevi, narrei, não é fictícia, realmente aconteceu esse diálogo entre uma paciente e seu médico; e em virtude desses vaticínios tão funestos proferidos, essa mulher resolveu nunca mais voltar aquele consultório!

E esse ocorrido me fez lembrar de um pai angustiado com o estado gravíssimo de saúde da sua filha; um estado que não importava o seu poder, influência, riquezas; ele precisava apelar para o sobrenatural, para o milagroso; e não se importou em enfrentar a multidão, nem tampouco se importou com o título de nobreza que possuía, de principe da sinagoga; e Jairo quando viu Jesus, ajoelhou-se aos Seus pés e rogou, implorou que Ele entrasse em sua casa, e fosse ver sua filha. Lc 8:41-42

E quando ele ainda estava falando...foi barrado não pelo Senhor, por Suas palavras, mas por um vaticínio funesto de um dos príncipe da sinagoga:

Estando ele ainda falando, chegou um dos do príncipe da sinagoga, dizendo: A tua filha já está morta, não incomodes o Mestre. Lc 8:49


Como você agiria diante desse vaticínio funesto? Diante dessas palavras de morte, de agouro?

Mas ele nem teve tempo de responder, pensar...e Jesus pronunciou palavras de vida, de ânimo, de certeza!

Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva. Lc 8:50



E o homem creu, e Jesus prontamente entrou em sua casa, com seus discípulos, que professavam esse mesmo espírito, fé, Pedro, Tiago e João, e os pais da menina; e ninguém mais deixou entrar. Lc 8:51

Mas ao seu redor, havia choros, prantos; novamente Jesus profere palavras de vida; dizendo que ela não estava morta, mas apenas dormindo...

E eles riram, e não acreditaram, só criam nos seus olhos, nos vaticínios funestos...Ela está morta, ela está morta! Não tem mais jeito!!! Lc 8:53

Assim como diariamente somos bombardeados pelos vaticínios funestos: Você está com câncer, tem apenas um mês de vida!; Você vai tomar remédios pelo resto da vida!; A sua doença é incurável!; Você não vai mais se levantar dessa cama!; Você não vai mais andar!; O caso dela é irrevercível!; Ele está morto! O seu caso é cirurgia! e tantos outros agouros pronunciados ...

Os médicos são deuses? Ou são humanos, iguais a nós, sujeitos aos enganos, falhas? E eles não são meros instrumentos usados pelo Senhor?

Você vai dar ouvidos a eles; ou as palavras do Senhor?

A escolha é sua!


Mas ele, pondo-os todos fora, e pegando-lhe na mão, clamou, dizendo: Levanta-te, menina.

E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer. Lc 8:54-55


Só para complementar, findar; aquela mulher simples, humilde, tímida; que ousou desafiar o poderoso médico;  ela não ficou inerte, chorosa, amargando, e pensando nos seus vaticínios funestos; ela optou pela fé, em acreditar, que sua vida e a sua saúde estão nas mãos do Médico dos Médicos; diante Daquele que pelas Suas pisaduras somos curados!!! Is 53:5





















domingo, 26 de agosto de 2012

DEUS É AMOR, DEUS É VIDA!



UMA MULHER CHINESA FORÇADA A FAZER UM ABORTO AOS 7 MESES DE GESTAÇÃO


Província de Shanxi, na China. Direitos da Mulher Sem Fronteiras tomou conhecimento de que uma mulher foi violentamente interrompida aos sete meses de gravidez em 03 de junho de 2012.


De acordo com um relatório do 64 Tianwang organização baseada na China sobre os direitos humanos, a mulher, Feng Jianmei, foi espancado e arrastado para um veículo por um grupo de funcionários de Planejamento Familiar, enquanto seu marido, Deng Jiyuan, estava fora trabalhando. Os funcionários pediram para RMB 40.000 em multas de família Feng Jianmei da. Quando eles não receberam o dinheiro, eles Feng forçosamente interromperam a gravides aos sete meses, colocando o corpo de seu bebê abortado ao lado dela na cama. Feng está sob tratamento médico em Ankang City, Zhenpin County, Zengjia cidade, vila Yupin.


Reggie Littlejohn, presidente dos Direitos das Mulheres Sem Fronteiras, declarou: "Isto é um ultraje. Nenhum governo legítimo iria cometer ou tolerar tal ato. Aqueles que são responsáveis ​​devem ser processados ​​por crimes contra a humanidade.WRWF apela ao governo dos Estados Unidos e os líderes do mundo livre para condenar fortemente o aborto forçado e todo o planejamento familiar coercivo na China. "


Assine a petição contra o aborto forçado aqui:http://www.womensrightswithoutfrontiers.org/index.php?nav=sign_our_petition


Assista a um vídeo sobre o aborto forçado aqui:http://www.womensrightswithoutfrontiers.org/?nav=stop-forced-abortion


Leia o relatório original sobre Feng Jianmei aqui:http://www.64tianwang.com/bencandy.php?fid-7-id-10243-page-1.htm


Posted 15th June by Pr. João Luis Paim




-SERVAMARA-



Amados, amadas, por favor, digam não ao aborto, e sim  ao amor, a vida! Se engajem nessa luta; Deus é amor, Deus é vida; como podemos dizer que somos filhos, ou filhas dEle; não vivendo esse amor, não perseverando, garantindo o direito da vida, do florescimento desse amor!

Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.

E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. 1 Jo 4: 8,16

'O maior destruidor do amor e da paz é o aborto, que é a guerra contra as crianças. A mãe não aprende a amar, mas mata para resolver seus próprios problemas. Qualquer país que aceite o aborto não está ensinando o seu povo a amar, mas usar a violência para conseguir o que querem.' Madre Teresa de Calcutá












sábado, 18 de agosto de 2012

BONS ARES

-SERVAMARA-



Quantas pessoas anseiam, almejam, viajar para um lugar sossegado, com bons ares, para respirar livremente, o ar puro do campo, do litoral; longe das fumaças, dos gases tóxicos, das poluições; e o pior  bem longe dos intermináveis engarrafamentos.

Está cada dia mais difícil e complicado respirar bons ares nas grandes cidades; e quando o dinheiro está curto, apertado, não dar para viajar, nem fugir desses ambientes carregados, saturados; e ainda sobrecarregados de pessoas estressadas, mal-humoradas, tristes, briguentas;  pessoas que vivem sem esperança, de viver melhor, de respirar novos ares, bons ares!

O que fazer? Para enfrentar a dura realidade que se descortina a sua frente? Onde buscar o sossego, a paz?

Quantas vezes estamos tão perto de tudo aquilo que sonhamos, buscamos...e estamos tão agitados, cegos, que nem enxergamos a graça que já está disponível para nós; bastando aquietarmos, lermos a Palavra, meditarmos sobre ela; e tomarmos posse da promessa ali descrita.

Davi enxergou com nitidez, onde poderia se esconder, encontrar bons ares, para respirar, se renovar!

Abri a minha boca, e respirei, pois que desejei os teus mandamentos. Sl 119:131



Ele não precisou viajar, percorrer outras pairagens; em seu próprio quarto, aposento; ele encontrou tudo aquilo que mais almejava; bastou apenas meditar na Palavra; e aprender amá-la; a se deixar guiar por ela; e ele pode respirar os bons ares inimagináveis!

Que o Espírito Santo nos guie, nos inspire a usufruir todos os benesses de saborear a Palavra lentamente, mas profundamente...fechando os olhos, abrindo a boca, e respirando...os bons ares, que são agraciados, todos os que se dedicam a galgar essa plena, única , intransferível, viagem, de gozo, calma, plenitude, consolo, alegria, harmonia!

Bendito és tu, ó SENHOR; ensina-me os teus estatutos.

Meditarei nos teus preceitos, e terei respeito aos teus caminhos.

Recrear-me-ei nos teus estatutos; não me esquecerei da tua palavra. Sl 119: 12,15-16





















O QUE NOS MOVE?

-SERVAMARA-



Essa semana recebi um lindo PPS de um amigo, e nele continha uma indagação que me fez pensar, meditar...O que nos move?

Uns podem responder...as paixões; outros, as drogas; outros, o dinheiro; outros o poder, o prestígio, a fama; outros, as artes; outros, os esportes; etc...

A minha resposta a essa pergunta, respondo sem titubear,  com sabedoria; não a mundana, mas com a sabedoria do Alto, a sabedoria inspirada pelo Espírito Santo.

O que me move é o Senhor; Ele é a minha razão de existir, de respirar, de pensar, de viver, de  sonhar...tantas outras opções, todos os caminhos, me levam aos Seus pés, em louvor, em adoração, em agradecimento!

Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração. At 17:28


Uma geração de eleitos,  de santos, de fiéis, de pacíficos, de piedosos, de irrepreensíveis, de verdadeiros adoradores; enfim a geração que sabe o quer, e que escolhe primorosamente, e  escolhe o Único, que pode movê-la para conquistar a vida eterna!


Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;

Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia. 1 Pe 2:9-10


São luzeiros que resplandecem no mundo!

Deixando pra trás uma geração que vai com os outros, com a maioria; uma geração rebelde, desobediente, corrompida; que caminha a passos largos para a perdição, para a morte eterna!

Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo; Fl 2:15

















quinta-feira, 16 de agosto de 2012

MÁS NOTÍCIAS!

-SERVAMARA-



Más notícias, enquanto estivermos vivos, não podemos fugir delas; repentinamente elas nos surpreendem, abalam, e muitas vezes, nos entristecem, e nos fazem emudecer, meditar!

Uma dor de estômago, te leva a fazer uma endoscopia, e o resultado do exame acusa uma esofagite, uma inflamação no esôfago; uma pintinha na testa que não se cicatriza, te faz procurar uma Dermotologista, e ela te aconselha  a retirar a pintinha e fazer a biópsia; e quando vem o resultado, o que você não esperava...câncer de pele!

Uma simples faxina  de sua casa, ocasiona um inchaço no dedo mindinho, e te faz gemer de dor, e ir ao médico, e ele te dizer que você está com uma inflamação no local...e todas essas más notícias que envolvem a sua saúde, acontecem em poucas dias; pequenos aborrecimentos, dores, que te entristecem, surpreendem.

Tudo que estou relatando não é ficção, mas aconteceu comigo, nessas últimas duas semanas; e só agora pude escrever para compartilhar com vocês, apesar de meu dedinho ainda está latejando, doendo, e estou colocando compressas de gelo, e tomando analgésico.

Sei que tudo que está acontecendo comigo, tem uma razão de ser, e tenho certeza que o Senhor está querendo me ensinar, alertar, provar, em meio a essas más notícias, pequenos contratempos!

E não posso deixar de me relembrar o que aconteceu com Jó, que no mesmo dia, em questão de horas, ele foi bombardeando pelas más notícias; sem ter tempo de descansar, sossegar, meditar, enfim recuperar seu folêgo...

Ele viu esvair, em poucas horas, todos os seus bens, todas as suas conquistas, todos seus filhos amados, todos os seus animais, todos os seus servos, só sobrando apenas um para lhe comunicar a extensão das perdas, e dos estragos sofridos! Jó 1:13-17


Qualquer um de nós, se acontecesse essas tribulações, poderíamos chorar, murmurar, questionar, indagar, lamentar; e nem podemos aquilatar que reações brotariam dentro de nós...mas Jó não agiu assim, ele não se deteve no ontem, nas suas perdas; ele não procurou  os seus amigos, nem sua esposa, para conversar, ser consoldado; ele, sozinho, foi em busca do Único, que poderia lhe acolher, confortar, explicar!

Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou. Jó 1:20


E depois disso, ele inspiradíssimo, cheio do Espírito Santo, proferiu, para mim, uma das  mais belas palavras bíblicas:

E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o SENHOR o deu, e o SENHOR o tomou: bendito seja o nome do SENHOR.

Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma. Jó 1:21-22


Demonstrando a sua fé, o seu amor incondicional ao Seu SENHOR; um amor que não dependia das circunstâncias, das bênçãos, das graças, concedidas.

Mas voltando a mim, a esses pequenos contratempos que me afligiram; estou procurando me aquietar, e ouvir a voz do Senhor a sussurar, a afagar; e sempre mentalmente profiro as mesmas palavras de Jó...Ele me deu, agraciou, e Ele mesmo pode me privar, tirar!

Louvado seja o nome do Senhor!

E sei, tenho certeza, que Ele está no controle na minha saúde, e sei que nas minhas fraquezas, nas minhas debilidades, nas minhas limitações, a Sua graça, o Seu poder opera poderosamente, incessavelmente, em mim!

E também percebo que  a sua criação,  as suas criaturas, são extremamente complexas, harmoniosas, e um membro é interligado ao outro; um simples, e pequeno dedinho debilitado, pode fazer gemer todo um corpo! 1 Co 12:18-26

E não é assim que Paulo explicou , exortou, aos  Coríntios; fazendo essa mesma comparação sobre os membros do nosso corpo, que são organizados harmoniosamente, um dependendo do outro, para seu perfeito funcionamento; e nós,  cada um de nós, como membros individuais, especiais, únicos, de um só corpo,  o corpo de Cristo, e um só espírito!

E  se um geme, o outro padece, sofre também; sendo assim, irmãos, irmãs, nesses momentos de tribulações, dores, más notícias; orem por mim; que o Senhor os agraciem em dobro por tudo  aquilo que me desejares.

Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.

Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.

Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela;

Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.

De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.

Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular. 1 Co 12:12-13, 24-27



















segunda-feira, 13 de agosto de 2012

RUGEM OS VENTOS!

-SERVAMARA-



Acordei essa madrugada, com uma leve dor de cabeça, e também por ouvir o rugir do vento...tão forte, a falar, querer se expressar...me aquietei pra ouvir a sua voz, e tentar perceber o que ele queria me ensinar, relatar; mas cada vez mais forte, ele rugia...

Continuei a ouvi-lo, e comecei a orar, clamar...não sei quanto tempo depois, o vento se aquietou, sossegou; e começou a chover...e tenho certeza, que através do rugir do vento, o Espírito Santo quis me ensinar, consolar...

Quantas vezes somos igual ao rugir dos ventos, falando, gesticulando, clamando, às vezes até falando alto, sozinhos, nas noites sombrias, dolorosas; querendo expressar em palavras as nossas dores, as nossas maiores indagações, ainda sem as devidas respostas.

E assim como o vento se aquietou, silenciou, logo após que veio a chuva; nós também nos aquietamos,  silenciamos, quando deixamos as nossas lágrimas jorrarem, molharem os nossos travesseiros.

E nesse momento ímpar de dor e silêncio, percebemos nitidamente que em todas as nossas vagueações não estamos sós; o Senhor está ao nosso lado, e se reclina sobre nós, e tão amorosamente, não deixa que se perca nenhuma gota sequer das nossas lágrimas; Ele as coloca no Seu odre sagrado; e mais uma vez, incansavelmente, escreve no Seu livro!

Ele jamais esquece desses momentos, nem tampouco das nossas lágrimas tão sofridas, derramadas!

Após esse encontro tão especial, eu me aquietei, a dor de cabeça foi embora, e fui dormir em paz, consolada, afagada...

Tendo a certeza, que no tempo determinado dEle, terei as devidas respostas aos meus clamores, maiores indagações!

E também aprendi...que os ventos também expressam as suas indignações, rugem, gemem...esperando no porvir, a  devida paz, libertação...enquanto isso não ocorre, eles se acalmam, quando as suas lágrimas jorram...as chuvas que copiosamente caem!! Rm 8:22


Registra, Tu mesmo, o meu lamento; recolhe as minhas lágrimas em Teu odre; acaso não estão anotadas em Teu livro? Sl 56.8




















domingo, 12 de agosto de 2012

O PRECIOSO PRESENTE!

-SERVAMARA-



Ontem, na véspera do Dia dos Pais, os maiores shoppings das grandes capitais estavam lotados; todos em busca de um presente especial para o seu pai; para demonstrar com ele o seu carinho, amor e afeto; os lojistas, os comerciantes, regozijam pelo aumento das vendas; todo ano o comércio é aquecido por essa data tão especial.

Meu pai quando era vivo, eu também sempre me esmerava na compra de um presente para ele; e ele não abria mão de reunir toda família, para aquele almoço tão especial; que minha mãe caprichava no preparo dos seus quitutes, no seu dom culinário; inclusive nas sobremesas, e na sua deliciosa torta, que todos aguardavam para o grand finale, para nos deliciarmos e a saborearmos; enfim, um momento pleno e feliz, com a família toda reunida,  todos sorridentes,  todos falantes, querendo em um só momento, colocar todas as novidades em dia; onde os seus netos,  brincando, correndo, afagando, e também presenteando a velho e querido avô; davam um toque juvenil e de renovação, a essa celebração, encontro.

A vida não se detém no ontem...meu pai se foi, minha mãe também, e a família não se reune mais, principalmente nessa data tão especial, e de tantas recordações, lembranças!

Mas o motivo que estou escrevendo  essa mensagem, é para te relembrar que todos nós, fomos agraciados com um precioso presente; vocês devem estar se indagando..."Irmã, nós somos pais, e é obvio que estamos ganhando presentes, afagos, dos nossos filhos"

Eu estou falando de um presente perene, único, e inusitado, que as traças e às ferrugens  não corroe, nem  o tempo leva, destrói; porque os outros presentes, por maior ,  por mais valioso que seja; como um carro, um imóvel, uma lancha, etc...para os filhos mais abastados que presenteiam os seus pais com eles; esses presentes perecem, e são destruídos pelo uso, pelo tempo.

Estou te relembrando do presente mais valioso que o Pai mais amoroso, mais benigno, mais misericordioso, nos ofertou: O Seu Filho Amado!

Para que todos aqueles que Nele cressem, crêem, não feneçam, nem pereçam, mas tenham vida eterna!

Presente mais valioso não existe; e esse presente que quero que você compartilhe com seus pais; os outros  presentes, por mais valiosos que sejam, representam nada, perante a plenitude do inusitado presente :

O SENHOR JESUS!!!

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16


Irmãos, irmãs, por favor, não perca a oportunidade, de compartilhar as boas novas com seus pais; eu não tive essa oportunidade com meu pai, quando ele era vivo; eu pensava que comprando presentes que feneciam, eu estava dando o melhor de mim, do meu amor de filha; eu estava completamente cega e equívocada; eu ainda não tinha sido alcançada pela maravilhosa graça, de crê, e desfrutar do maior presente: o Senhor Jesus!

Daí a minha veemência em escrever essa mensagem, e alertar a todos que adentrarem no meu blog; não esqueçam do mais precioso Presente!

No Dia dos Pais, compartilhem o Senhor Jesus; relembrem o Maior Presente que o benigno Pai nos ofertou por toda eternidade!!!











quinta-feira, 9 de agosto de 2012

NÃO FUJAM DA PODA!

-SERVAMARA-



No domingo resolvi levar meu carro para lavar num lava jato dentro do condomínio que eu resido; mas várias pessoas tiveram a mesma idéia que eu, e tive que esperar mais ou menos três horas para chegar a minha vez; enquanto isso aproveitei para observar a natureza, a dedicação desses lavadores de carros; o vai e vem de pessoas, de carros...mas algo me chamou a atenção foi um jardineiro podando a grama do condomínio; tirando todo mato que insistia em crescer ao seu redor.

E comecei a meditar nas palavras do Senhor Jesus, o Fiel Jardineiro, ao dizer que Ele é a Videira Verdadeira, e que Seu Pai é o Lavrador. Jo 15:1

E Ele continua esplanando, exortando...que somos varas da Videira, e que Ele as limpa para dar mais frutos; pois se isso não ocorrer, elas não dão frutos, secam e morrem, sendo lançadas ao fogo! Jo 15:6

Mas como elas dão frutos?

Ele responde que sem a Sua presença, por si só, as varas não podem dar frutos, muitos frutos! Jo 15:4-5

E quais são esses frutos? Jo 15:4-5

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Gl 5:22


E todos os Seus escolhidos dão frutos; não frutos que apodrecem; mas  frutos eternos, que saciam, deliciam, libertam!

Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda. Jo 15:16


Irmãos, irmãs, não fujam da poda!

O Jardineiro Fiel limpará, podará, expurgará, tudo que afasta, interfere, adia, de você ter uma plena comunhão com Ele; e de estar fincado eternamente como ramo na Maior Videira!

Sua voz ecoa...e nos conclama a permanecemos nEle, bem juntinho a Ele, no Seu Imensurável Amor!

Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor. Jo 15:9













SINFONIA ETERNA

-SERVAMARA-



Todos os dias, acordo bem cedo, e saio para trabalhar, quando dou os primeiros passos na rua, sou recepcionada com uma sinfonia inigualável; as palmeiras e os coqueiros balançam...e uma brisa suave me toca, acaricia, refresca.

Um grande ventilador natural é acionado ao meu dispor.

E os passarinhos, de diversas espécies, executam uma sinfonia para mim; para brindar, celebrar, o novo dia que se descortina diante dos meus olhos...

Não tenho palavras para descrever a alegria que sinto, minha alma regozija, e começo a orar, agradecer ao Senhor por me agraciar diariamente por esse espetáculo de beleza e esplendor!

E o melhor é gratuito, pura graça;  eu não pago nenhum ingresso para assistir essa magnífica sinfonia; onde o Senhor é o maestro dedicado e tão amoroso que a rege, incansavelmente, dia após dia...

E Ele faz isso, só para me ver sorrir, ficar alegre; uma alegria que jamais terá fim!


[...] tu fazes alegres as saídas da manhã e da tarde. Sl 65:8


















quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A LEI DA LIBERDADE

-SERVAMARA-


'Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.' Tg 2:12


Quando temos um verdadeiro encontro com Cristo, somos libertados de todos os grilhões que nos aprisonavam; se temos o Seu Espírito, dentro de nós reina a liberdade. 2 Co 3:17

E conhecendo a verdade, já não podemos alegar ignorância, seremos julgados pelas palavras proferidas, e pelos nossos atos; confome a lei da liberdade, a lei do amor de Deus derramado sobre nós, através do Seu Filho Amado!

E Paulo exortou  usarmos sabiamente essa dádiva concedida pelo Senhor, porque antes éramos escravos do pecado; não  podemos confundir liberdade, com libertinagem, e saciarmos a nossa carne tão pecaminosa; recaindo novamente sobre nós o perverso jugo opressor!

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Gl 5:1, 13


O amor é a maior característica de um ser livre; ele sendo livre, buscará obedecer os santos desígnios do Senhor; e amará a Sua palavra, sempre meditando sobre ela, praticando-a, e distribuindo o que de graça recebeu , para outras pessoas; como Davi expressou nos Salmos 119:45; ele andava em liberdade e buscava avidamente os preceitos do Senhor.

Somos livres, e no porvir, seremos glorificados; e gozaremos de todos benesses de sermos Filhos de Deus! Rm 8:21

O discípulo Tiago exortou que somos chamados para a liberdade; não para sermos simples ouvintes; e sim  perseverarmos, e sermos praticantes da palavra.

Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito. Tg 1:25


As palavras do Senhor Jesus ecoam...e conclama a todos nós, a seguirmos os seus passos, IDE!

A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor. Lucas 4:19


Testificando assim, o que antes o profeta Isaías preconizava sobre Ele, o Messias, no porvir!

O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; Isaías 61:1


Nunca esqueça só nEle encontrarás a verdadeira e tão almejada liberdade!!!